19 de janeiro de 2021, 06:01 Busca no site:
 
 
 





Voltar
Perimólise: Corrosão ácida crônica do esmalte dentário.
Dr. Amilcar Fernandes da Silva Neto
 

Desgaste do esmalte dentário em conseqüência da ação de substâncias ácidas. Pode estar associado a fatores intrínsecos ou extrínsecos. Aos fatores extrínsecos atribuem-se os ácidos presentes nas frutas, sucos e refrigerantes. Aos intrínsecos estão os distúrbios gástricos pela ação do suco gástrico, com seu PH de 1 a 1,5 (taxa muito inferior ao mínimo de 5,5 tolerado pelo esmalte). A causa endógena (gástrica) pode se observar pela alta freqüência de vômitos e/ou regurgitamento crônico. O suco gástrico lançado sobre o dorso da língua se espalha com prevalência sobre as faces linguais dos dentes ântero-superiores (Incisivos, caninos e cúspides linguais dos pré-molares). As faces externas (vestibulares) são poupadas devido ao contato da mucosa. No maxilar inferior observa-se maior intensidade nas cúspides linguais dos pré-molares e molares, já que a presença das glândulas sub-linguais e parótidas evitam a abrasão sobre as áreas com as quais se relacionam. Sinais característicos dessa patologia são os “desníveis” entre a superfície dentária e a restauração quando surgem as “ilhas de amálgama” ou “ilhas de resina”, ficando as restaurações mais salientes que o nível do esmalte, podendo evoluir até a eliminação completa do esmalte, expondo-se a dentina, o que pode causar grande sensibilidade. Recomenda-se ao paciente tratamento médico com o gastroenterologista, acompanhado de recursos restauradores em Odontologia, tais como: Reposição da massa dentária perdida através de restaurações com  Adesivos Dentinários e Resinas Compostas; Laminados ou Facetas em Porcelana, Resina Direta ou Compômeros; e, nos casos mais severos, quando a perda de massa dentária está associada a restaurações extensas pré-existentes, indica-se a realização de trabalhos de Coroas Puras em Cerâmica. O “fenômeno” pode ser magnificado por ação de traumas de oclusão e do bruxismo, extendendo-se a destruição tecidual para as cúspides e bordas incisais dos dentes superiores.