20 de novembro de 2017, 20:39 Busca no site:
 
 
 





AbfraçãoAFAIAjuste oclusalASA (Articulador Semi Ajustável)CalcinávelCARGA IMEDIATACARGA MEDIATACirurgia guiadaClareamento QuímicoCoping(s)Coroas telescópicasCoto ou remanescente dentalDiastemaDimensão verticalEdêntulo(a) ou EdentulismoEdêntulo(s)Epítese ou Gengiva Artificial CaracterizadaExtrusão DentalFacetas direta em resina compostaFibrotomiaFio dental 3 em 1Frenectomia, Frenulotomia ou Frenotomia.Gengiva Artificial Caracterizada ou EpíteseImagem especularIn-CeramInlayIntrusão DentalLaminados ou facetas em porcelanaMetal FreeMetalo-cerâmicaMoldeiras individuais para clareamentoO'RingOclusal MetálicaOclusãoOnlayOverbiteOverjetPassafioPerimólisePiercing dentárioProceraPrótese totalPróteses Metal-FreePróteses removíveisProtocoloPrototipagemRegistrosTorque ideal nos implantes dentáriosTroquelUCLA
 
Abfração
AFAI
Ajuste oclusal
ASA (Articulador Semi Ajustável)
Calcinável
CARGA IMEDIATA

A carga imediata sobre implantes é um conceito aplicado à situação específica em que o(s) implante(s) recém instalado(s) é / são submetido(s) a uma condição de estabilidade inicial satisfatória, mensurável quantitativa e qualitativamente, através de um instrumento apropriado: torquímetro. A "força" ideal aplicada ao osso na finalização do "aperto" do implante não é padrão em todos os casos. Depende do "tipo" ósseo, da "qualidade", anatomia regional, do desenho do(s) implante(s) e da análise contextual referente aos requisitos de esforço para o caso, especificamente. Assim, pode variar de múltiplos implantes interligados entre si por estrutura rígida na base da prótese (metálica ou não metálica), com torques individuais superiores a 35N  até 60N em osso medular, e 40N até 80N em osso cortical (compacto), buscando os torques mais altos para os casos de elementos individuais. (próteses unitárias ou "elemento isolado"). Ainda assim, a experiência clínica do profissinal e sua análise multifatorial/multifocal é decisiva na determinação e julgamento na aplicação dessa filosofia* de trabalho.

*A "carga imediata" se desenvolveu a partir do consenso coletivo entre pesquisadores e clínicos sobre os bons resultados colhidos à partir de implantes instalados, cujas estabilidades iniciais eram compatíveis com a "rigidez"  friccional necessária para esse procedimento, e que, por si só inspiravam confiança aos primeiros pesquisadores (Equipe do Prof. BRANEMARK). Assim, raro encontrar na literatura pistas que assim a definam: como filosofia e não como técnica, pois não se podem estabelecer com rigor todos os passos sequencias previamente ao ato cirúrgico. Portanto, a CARGA IMEDIATA NÃO É UMA TÉCNICA A SERVIÇO DA IMPLANTODONTIA.

CARGA MEDIATA
Conceito ou filosofia oposta à da carga imediata; pois, por razões circunstanciais, o cirurgião se obriga a aguardar o período de integração dos implantes antes de submetê-los à função por carregamento imediato.
Cirurgia guiada
Clareamento Químico
Coping(s)

Copings são "coifas" (tradução literal do inglês) ou "cumeeiras", confeccionados de materiais resistentes à alta temperatura e compressão física, requisito básico fundamental atrelado à sua própria configuração de design, pois tem como função principal revestir, proteger o coto residual preparado para receber a prótese final e suportar o material restaurador de alto desempenho funcional, considerando-se ainda a espessura ideal requerida para o material eleito. Podem ser confeccionados em laboratório protético, em metais ou produtos não metálicos (metal free). Existem também copings fresados por tornos de precisão, adquiridos prontos de fabricantes de implantes.

Coroas telescópicas
Coto ou remanescente dental
Diastema
Dimensão vertical

Altura observada tanto interna quanto externamente (em tecidos duros e moles) no terço inferior da face. Podem ser considaradas duas posições básicas: DVO (dimensão vertical de oclusão), em que as arcadas se tocam em posição de máximo contato (máxima intercuspidação) e DVR (dimensão vertical em repouso), em que se avalia o espaço existente entre as duas arcadas, durante o relaxamento da musculatura facial. São duas referências importantes no estudo e entendimento das relações articulares, sobretudo no planejamento e execução dos casos de reconstruções extensas ou em tratamentos de grande porte, fator esse que determina o sucesso do tratamento em relação à tríade: conforto, estética e função mastigatória. Torna-se um desafio ao profissional as situações em que se faz necessário "devolver" essa condição em desdentados totais, ou nas reabilitações extensas, sendo a principal orientação nesse planejamento a simulação estética em tecidos moles, realizada com preenchimento do "vazio bucal" com rodetes de cera devidamente recortados.

Edêntulo(a) ou Edentulismo
Edêntulo(s)
Epítese ou Gengiva Artificial Caracterizada
Extrusão Dental
Facetas direta em resina composta
Fibrotomia
Fio dental 3 em 1
Frenectomia, Frenulotomia ou Frenotomia.
Gengiva Artificial Caracterizada ou Epítese
Imagem especular
In-Ceram

Base(s) cerâmica(s) [coping(s)], íntimas às preparações dos dentes, sobre as quais se aplica cerâmica dental, substituindo o uso de metal. Pode ser utilizado para próteses unitárias ou em pontes fixas pouco extensas, a critério do profissional. Situam-se no conceito "Metal-Free".

Inlay
Intrusão Dental
Laminados ou facetas em porcelana
Metal Free
Metalo-cerâmica
Moldeiras individuais para clareamento
O'Ring
Oclusal Metálica
Oclusão
Capítulo complexo da odontologia que estuda a articulação entre ambas as arcadas.
Onlay
Overbite
Overjet
Passafio
Perimólise

Desgaste do esmalte dentário em conseqüência da ação de substâncias ácidas. Pode estar associado a fatores intrínsecos ou extrínsecos. Aos fatores extrínsecos atribuem-se os ácidos presentes nas frutas, sucos e refrigerantes. Aos intrínsecos estão os distúrbios gástricos pela ação do suco gástrico, com seu PH de 1 a 1,5 (taxa muito inferior ao mínimo de 5,5 tolerado pelo esmalte). A causa endógena (gástrica) pode se observar pela alta freqüência de vômitos e/ou regurgitamento crônico. O suco gástrico lançado sobre o dorso da língua se espalha com prevalência sobre as faces linguais dos dentes ântero-superiores (Incisivos, caninos e cúspides linguais dos pré-molares). As faces externas (vestibulares) são poupadas devido ao contato da mucosa. No maxilar inferior observa-se maior intensidade nas cúspides linguais dos pré-molares e molares, já que a presença das glândulas sub-linguais e parótidas evitam a abrasão sobre as áreas com as quais se relacionam. Sinais característicos dessa patologia são os “desníveis” entre a superfície dentária e a restauração quando surgem as “ilhas de amálgama” ou “ilhas de resina”, ficando as restaurações mais salientes que o nível do esmalte, podendo evoluir até a eliminação completa do esmalte, expondo-se a dentina, o que pode causar grande sensibilidade. Recomenda-se ao paciente tratamento médico com o gastroenterologista, acompanhado de recursos restauradores em Odontologia, tais como: Reposição da massa dentária perdida através de restaurações com  Adesivos Dentinários e Resinas Compostas; Laminados ou Facetas em Porcelana, Resina Direta ou Compômeros; e, nos casos mais severos, quando a perda de massa dentária está associada a restaurações extensas pré-existentes, indica-se a realização de trabalhos de Coroas Puras em Cerâmica. O “fenômeno” pode ser magnificado por ação de traumas de oclusão e do bruxismo, extendendo-se a destruição tecidual para as cúspides e bordas incisais dos dentes superiores.

Piercing dentário
Procera
Prótese total
Próteses Metal-Free
Próteses removíveis
Protocolo
Prototipagem
Registros
Torque ideal nos implantes dentários
Troquel
UCLA

Dispositivo universal* adaptável sobre implantes e aplicável em múltiplas situações clínicas ou laboratoriais. Pode se apresentar em diversos materiais, dependendo da indicação: 1) Para uso clínico, apresenta-se em metal(titânio); 2) Para uso laboratorial pode apresentar-se em material plástico puro "calcinável", ou com base metálica pré-fabricada e ajustada por tornos de precisão, recebendo ambos  recortes e/ou adição de cera para conformação às necessidades anatômicas específicas do sítio protético.

* desenvolvido na Universidade da Califórnia, por John Beumer III .